domingo, 19 de abril de 2009

algodão doce



Eu queria uma canção alegrinha
com aquela voz fraquinha
que fala essas coisas sem sentido
coisas que eu não consigo pensar

que dá vontade de cantar
mesmo sem saber a letra
e mostra um mundo colorido e alegre
com montes de algodão doce

vem cá meu amor
e deita nessa grama
e a gente fala besteira
e se lambuza nesse algodão doce
algo tão doce, algo tão doce
tão eu e tão você

e a gente canta aquela canção alegre
com aquela voz fraquinha,
fala coisas sem sentido,
alegres e bonitas,
e o que mais a gente pensar
e o que a gente deixar
e deixar pra lá.

3 comentários:

  1. cara... eu também adoro gramas e algodão doce *-*

    ResponderExcluir
  2. alegre e bonitinha *-* adorei a felicidade. a leveza e a energia desse poeminha (L

    ResponderExcluir
  3. que lindo tiagoo...
    eu tbm tenho um blog, mas é coisa futil de mulherzinha

    vou recriar o meu de poesias...

    beijoo

    vou linkar!

    ResponderExcluir